Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Maria

Se fosse rica não limpava, não lavava, não arrumava, não cozinhava porque tinha de ser. Mas como não sou...

Rosa Maria

Se fosse rica não limpava, não lavava, não arrumava, não cozinhava porque tinha de ser. Mas como não sou...

18
Abr17

Panquecas de maça, pera e espelta

Rosa Maria

IMG_3311.JPG

 

Bom já não vale a pena falar na minha “pencada” com panquecas.

Não há pequeno almoço que eu goste mais. Para além disso têm uma grande vantagem, posso fazer uma boa quantidade ao fim de semana e ficam para comer ao longo da semana.

Por isso ando sempre à procura da receita ideal de panquecas. Ou receitas diferentes para que os ingredientes que consumimos não sejam sempre os mesmos.

Desta vez trago uma receita inventada assim em cima da hora.

Não leva leite nem açúcar.

 

Uma delicia.

 

O marido diz que “as panquecas que fazes ficam sempre boas. Mas estas são, de longe, as melhores”.

 

Também achei!

 

Ingredientes:

2 Maçãs pequenas (ou 1 grande) sem casca e sem caroço

2 Peras pequenas (ou 1 grande) sem casca e sem caroço

200 ml de natas de soja

2 Ovos

1 ½ Colher de sopa de óleo de coco (derretido)

1 Colher de chá de essência de baunilha

1 Caneca de farinha de espelta branca

1 Colher de café de fermento em pó

 

Preparação:

1. Colocar as maçãs e as peras descascadas e sem caroços na Yammi e picar durante 30 segundos na velocidade 7.

2. Adicionar os ovos e programar 30 segundos na velocidade 5.

3. Adicionar as natas e programar 30 segundos na velocidade 4.

4. Adicionar a essência de baunilha e o óleo de coco e programar 20 segundos na velocidade 4.

5. Juntar a farinha e o fermento e programar 30 segundos na velocidade 4.

6. Colocar a massa numa taça.

7. Aquecer uma frigideira anti aderente e colocar uma porção equivalente a meia concha de sopa.

8. Logo que o rebordo comece a ficar cozinhado virar.

 

Espero que gostem.

 

13
Abr17

Bolachas de cacau bio e açúcar de coco

Rosa Maria

IMG_3307.JPG

 

É bom de saber que gosto de usar receitas que tenho e alterar ingredientes.

Esta é de um dos livros da Mafalda Pinto Leite. Ajustei as porções e alterei a maioria dos ingredientes.

Aqui é importante ter presente que o cacau bio é um pouco mais forte e que o açúcar de coco não é muito doce. É o açúcar mais saudável e o que faz menos mal, mas não é o melhor amigo dos gulosos.

 

Ingredientes:

100 gr de manteiga vegetal

130 gr de farinha de espelta branca

30 gramas de cacau bio

70 gramas de açúcar de coco

1 Colher de café de essência de baunilha

1 Colher de café de fermento em pó

 

Preparação

  1. Colocar a manteiga cortada em cubos na Yammi. Adicionar o açucar e a essência de baunilha;
  2. Programar 1 minuto na velocidade 4.
  3. Adicionar os restantes ingredientes e programar 1 minuto na velocidade 3.
  4. Retirar a massa e fazer pequenas bolas dispondo-as em papel vegetal num tabuleiro para levar ao forno.
  5. “Achatar” um pouco cada uma das bolinhas para que fiquem com um formato mais próximo do formato das bolachas.
  6. Levar ao forno a 150 º C por 10/15 minutos.
  7. Retirar e colocar num prato frio ou em grade própria para arrefecerem.

 

 Espero que gostem.

 

11
Abr17

Bifinhos de peru com alheira * Actifry

Rosa Maria

Tenho andado a fazer experiências na nova aquisição cá de casa e cada vez estou mais fã. Que belo investimento. Sujo menos loiça a faz tudo enquanto dou conta de outros afazeres.

 

IMG_3313.JPG

 

 

Pois esta semana experimentei fazer a receita de bifinhos de peru com alheira que originalmente falei aqui.

Fiz algumas alterações porque fiz para levar na marmita e o comer depois de aquecido no micro-ondas fica sempre um pouco mais seco.

 

Ficou uma delicia. Feito em meia hora e enquanto arrumava a cozinha!

 

Ingredientes

 

450 gr de bifes de peru

½ alheira

3 dentes de alho

1 pacote de natas

100 ml de vinho branco

Queijo ralado

Flor de sal

Tempero para aves

 

Para o acompanhamento

1 Courgette

1 Beringela

2 Cenouras

 

Preparação

 

  1. Cortar em cubos os vegetais.
  2. Colocar os legumes na cuba grande.
  3. Colocar uma colher da Actifry de azeite.
  4. Ligar a Actifry e marcar 25 minutos. Clicar no 2 em 1 e selecionar 10 minutos para carne.
  5. Ligar.
  6. Enquanto os legumes cozinham laminar 3 dentes de alho.
  7. Temperar os bifes com flor de sal, tempero para aves, vinho branco e os alhos.
  8. Quando a Actifry apitar dispor os bifes na cuba superior com a alheira despalhada por cima.
  9. Ligar a Actifry.
  10. Quando terminar colocar por cima dos bifes as natas e queijo ralado a gosto.
  11. Ligar a Actifry por mais 10 minutos.

 

IMG_3312.JPG

 

Está pronto. Uma delicia!

 

16
Mar17

Risotto de cogumelos

Rosa Maria

IMG_3275.JPG

 

Cá em casa gostamos de cogumelos. 

Muito.

Eu adoro.

Por isso gosto de experimentar novas variedades e novas formas de cozinhar.

Para além disso são uma excelente forma de proteína sem comer carne ou peixe e nós, cá por casa, temos apostado em adicionar às nossas "ementas semanais" mais alguns pratos vegan.

Esta receita foi inventada por mim a 100 %. 

Espero que gostem.

 

Ingredientes

300 gr de cogumelos portobello frescos

1 Chávena de arroz risotto

Azeite

Sal

Coentros

Mistura de cogumelos em calda (opcional)

 

Preparação

1. Lavar e cortar em rodelas os cogumelos.

2. Colocar um fio de azeite generoso num WOK (pode ser uma frigideira) adicionar os cogumelos, temperar com um pouco de sal e deixar cozinhar em lume médio.

 

IMG_3265.JPG

 

3. Adicionar alguns cogumelos variados (calda). Este ponto é opcional.

 

IMG_3268.JPG

 

IMG_3269.JPG

 

4. Quando os cogumelos tiverem libertado toda a água retirar os cogumelos. Verter para um prato de sopa passando-os por um passador. Dessa forma ficam os cogumelos de lado e a água libertada numa taça à parte.

 

IMG_3271.JPG

 

5. Voltar a colocar a água libertada dos cogumelos no WOK e juntar o risotto.

6. Envolver.

7. Adicionar água quente gradualmente e deixar que o risotto absorva. 

 

IMG_3270.JPG

 

IMG_3273.JPG

 

8. Repetir o processo até que o arroz de risotto esteja cozinhado.

9. Retificar o sal.

10. Adicionar os cogumelos e envolver.

11. Juntar os coentros picados, envolver e está pronto a servir.

 

IMG_3274.JPG

 

Nota: Podem usar uma quantidade menos de cogumelos para esta quantidade de risotto.

 

Espero que gostem.

 

15
Mar17

Bolachas de baunilha com doce de frutos vermelhos * Yammi * Mafalda Pinto Leite

Rosa Maria

IMG_3264.JPG

 

Eu gosto de doces. Admito, sou uma gulosa.

Em tempos diria que era perfeitamente capaz de viver 90 % de bolos e bolachas. Especialmente bolachas. Depois comecei a experimentar mais coisas com a minha alimentação e a perceber que seria uma perda enorme não comer de tudo um pouco.

Mas a veia gulosa continua cá.

E a gulosa teve um filho também ele bastante guloso.

Só que as bolachas de supermercado, mesmo as ditas “saudáveis” estão cheias de aditivos e conservantes, por isso, sempre que posso gosto de fazer os meus bolos e bolachas em casa.

Esta receita é de um dos livros (Cozinha para quem não tem tempo) de uma das minhas chef’s preferidas, a Mafalda Pinto Leite.

 

Fi-la com a ajuda da Yammi para ser mais fácil.

Ficam deliciosas. São super fáceis e podemos guardar a massa no congelador para fazer aos poucos a quantidade de bolachas que queremos.

 

Ingredientes

1 Chávena de açúcar em pó (eu uso açúcar normal que faço em pó na Yammi)

2 Chávenas de Farinha sem fermento

1 Colher de chá de essência de baunilha

1 Pitada de sal

240 gr de manteiga vegetal

Geleia de frutos vermelhos

 

Preparação

1. Colocar na Yammi o açúcar e programar 30 segundos na velocidade 9.

2. Adicionar a manteiga cortada em cubos (ajuda a envolver).

3. Programar 1 minuto na velocidade 4.

 

IMG_3251.JPG

 

4. Adicionar a baunilha e o sal e programar 2 minutos na velocidade 5.

5. Adicionar a farinha.

6. Programar 3 minutos na velocidade 2.

7. Polvilhar a mesa de trabalho com farinha e colocar a massa.

8. Formar uma bola e levar ao frigorífico para endurecer pelo menos por 1 hora.

 

IMG_3252.JPG

 

9. Retirar do frigorífico e estender a massa até obter um retângulo.

 

IMG_3253.JPG

 

10. Barrar com geleia de frutos vermelhos a gosto.

 

IMG_3254.JPG

 

11. Enrolar a massa até ficar com um rolo.

12. Envolver em película aderente.

 

IMG_3256.JPG

 

13. Levar ao congelador por aproximadamente 1 hora.

14. Retirar quando estiver enrijecido.

15. Cortar rodelas e dispor num tabuleiro de levar ao forno a 180ºC.

 

IMG_3276.JPG

 

16. Deixar cozer por 222 minutos.

17. Retirar do tabuleiro quente e deixar arrefecer.

 

Voilá.

Ficam uma delicia. Boas para o lanche.

 

Nota: Para quem puder para ficarem ainda melhores é fazer a geleia em casa.

 

14
Mar17

Meia desfeita de bacalhau * À minha maneira

Rosa Maria

IMG_3260.JPG

 

Ora cá está o famoso bacalhau. Se há coisa em que nós portugueses somos mesmo melhores que todos os outros é na nossa capacidade de inventar e reinventar as formas de cozinhar bacalhau.

E o que eu gosto de bacalhau.

Quase estranho nos outros a sua incapacidade de conhecer e consumir esta iguaria.

Já há algum tempo que não fazia a minha meia desfeita de bacalhau e este fim de semana foi o dia.

Ficou uma delicia e ainda deu para levar na marmita.

 

Ingredientes

2 Postas grandes de bacalhau (eu compro o bacalhau e demolho, mas podem usar já demolhado)

3 Tomates pequenos

1 Cebola média

5 Dentes de alho

2 Latas grandes de grão de bico

Vinho branco q.b.

Azeite q.b.

Salsa q.b.

Coentros q.b.

 

Preparação

1. Cozinhar o bacalhau em água e um pouco de sal (se for bacalhau crescido ou graúdo não ponho sal de todo).

2. Depois de cozinhado retirar o bacalhau e reservar a água.

3. Aguardar que arrefeça e desfiar.

4. Num tacho colocar azeite (a gosto), a cebola e os alhos picados. Deixar refogar.

5. Cortar o tomate em cubos e adicionar. Envolver e deixar cozinhar por cerca de 5 minutos em lume médio.

6. Adicionar o grão de bico (escorrer a água de conserva e passar o grão por água da torneira).

7. Juntar 2 canecas de água de cozedura do bacalhau e um pouco de vinho branco.

8. Deixar levantar fervura e deixar cozinhar 10 minutos. Apagar.

9. Picar os coentros e a salsa.

10. Adicionar os coentros e salsa picados e envolver.

 

Voilá.

Espero que gostem.

 

13
Mar17

Panquecas de iogurte, espelta e alfarroba

Rosa Maria

IMG_3239.JPG

 

(acompanhei com xarope de acer e canela, uma maravilha!)

 

Sim! Mais umas panquecas diferentes!

Eu bem vos digo que ainda vou provar que é possivel fazer panquecas de 1001 maneiras diferentes!

Não tinha pequeno almoço para o dia seguinte, engendrei estas!

 

Ingredientes:

150 gr. de farinha de espelta

1 Colher de sopa de farinha de alfarroba

1 Colher de café de fermento em pó

1 Pitada de sal

1 Iogurte de aroma (sabor à escolha, usar de aroma açucarado porque não vamos colocar açucar)

1 Copo de iogurte de água (usar a embalagem de um iogurte de 125 gr cheio de água)

1 Ovo

 

Preparação:

1. Peneirar as farinhas.

2. Adicionar o sal e o fermento.

3 Envolver os ingredientes secos.

4. Numa taça à parte bater levemente o ovo.

5. Adicionar o iogurte e a água ao ovo.

6. Juntar os ingredientes liquidos aos secos.

7. Aquecer uma frigideira anti aderente e usar uma porção equivalente a meia concha de sopa para cada panqueca.

8. Logo que comece a borbulhar virar.

 

IMG_3241.JPG

 

Ficam uma delicia!

Rápidas e podem ser feitas em quantidade para deixar para o dia seguinte. Conservam bem num recipiente fechado no frigorifico.

 

10
Mar17

Pillaf de peixe

Rosa Maria

IMG_3236.JPG

 

Desde que comprámos a casa onde vivemos que nos habituámos a ir ao mercado local. Compramos legumes frescos aos produtores locais e percebemos que poupamos bastante porque como não pagamos o rotulo do "bio" a coisa fica mais em conta.

Numa das nossas idas encontrámos uma venda livre para angariar fundos para a paróquia local. Colares, bebilots, molduras e livros. Coisas doadas para fazer alguma receita.

Gosto sempre de participar nestas iniciativas e então lá me pus a revolver o monte.

Encontrei este livro de receitas. Custou 2 € e foi um belo investimento. Tem algumas receitas muito boas e fáceis de fazer.

Uma delas é este Pilaf de peixe, que, com algumas alterações se ajusta perfeitamente para o jantar e a marmita do dia seguinte. (a versão original é com tamboril, eu faço com lombos de pescada por ser mais prático).

 

IMG_3237.JPG

 

IMG_3238.JPG

 

Ingredientes:

10 Lombos de pescada

2 Limões

2 Tomates grandes

1 Pimento pequeno

1 Cebola média

3 Dentes de alho

3 Colheres de sopa de polpa de tomate

5 Colheres de sopa de vinho branco

Azeite

Coentros

 

IMG_3230.JPG

 

IMG_3231.JPG

 

Preparação:

1. Num tacho colocar um bom fio de azeite.

2. Numa taça/pirex colocar a pescada custar em cubos e regar com o sumo de 1 limão.

3. No fundo do tacho dispor a cebola cortada em meias luas, o tomate em rodelas, o pimento e os alhos laminados.

 

IMG_3232.JPG

 

4. Tapar o tacho e deixar cozinhar em lume alto por 8 minutos.

5. Cortar um limão em rodelas finas.

6. Baixar o lume e dispor as rodelas de limão em cima dos legumes.

 

IMG_3233.JPG

 

7. Por cima dos legumes dispor os cubos de pescada e regar com o sucos resultantes do seu tempero.

8. Temperar com sal e pimenta preta.

9. Adicionar os coentros picados.

 

IMG_3234.JPG

 

10. Deixar cozinhar em lume médio por 20 minutos. Apagar o lume e deixar assentar mais 5 minutos antes de servir.

 

Espero que gostem.

Bom apetite.

 

06
Mar17

Uma quiche de sobras

Rosa Maria

IMG_3227.JPG

 

Cá em casa adoramos quiche. Porque é saborosa, versátil, demora pouco mais de 20 minutos a estar pronta e mais de metade do tempo não temos de fazer nada. Porque fica boa para levar na marmita no dia seguinte e porque permite aproveitar sobras.

Detesto estragar comida e é com a quiche que aproveito muitas das sobras.

Foi isso que fiz com esta quiche de peru, azeitonas e queijo de 5 pimentas. Ficou uma delicia para jantar e ainda ficou para o dia seguinte.

 

Ingredientes

1 Esperada de peru (estas eram as sobras)

3 colheres de sopa de azeitonas pretas em rodelas

Queijo 5 pimentas em cubos

5 Ovos

1 Embalagem de natas (200 ml)

1 Embalagem de massa folhada fresca

Sal q.b.

Coentros

 

IMG_3218.JPG

 

IMG_3219.JPG

 

 

Preparação

1. Ligar o forno a 200º C.

2. Colocar a massa folhada numa tarteira.

3. Cortar a carne de peru em pedaços pequenos.

4. Bater os 5 ovos e juntar as natas. Temperar com um pouco de sal. Bater de novo.

5. Dispor a carne de peru e as azeitonas em cima da massa. Juntar os ovos e natas. Distribuir os cubos de queijo e salpicar com os coentros picados.

6. Levar ao forno por 15/20 minutos. (depende de cada forno).

 

IMG_3221.JPG

 

IMG_3222.JPG

 

IMG_3223.JPG

 

Voilá jantar / almoço feito.

Espero que gostem.

 

27
Fev17

Bifes de vaca com feijão branco, alho e coentros

Rosa Maria

IMG_3182.JPG

 

Gosto de cozinhar. A sério que gosto. Mas sou lenta.

Para mim cozinhar é com tempo, sem pressões, sem relógio. Mas isso só acontece quando o rei faz anos. Durante a semana impõe-se a azafama dos dias de quem tem uma vida comum, ao fim de semana intromete-se a necessidade de sair, passear e espairecer a cabeça. Cortar e esquecer os dias sempre iguais de mais uma semana que passou. Quando não há passeios, há a necessidade de ficar estendida no sofá a vegetar em frente da televisão, a ver um filme enquanto o pequeno é pequeno que chegue para dormir sestas.

- Ahhh, o teu ainda dorme a sesta!

Dizia-me uma colega aqui há tempos.

Assim sobre o tempo que dá para inventar, re-inventar ou fazer by the book receitas novas.

 

A que trago hoje já aprendi há alguns anos num programa de televisão de uma chef de cozinha australiana. Consigo lembrar-me perfeitamente da cara desta chef mas não consigo que a minha cabeça se lembre do nome.

Uma delicia, simples, fácil e super rápido. Não uso todos os ingredientes como na receita, adaptei à minha realidade e àqueles que tenho sempre disponíveis. Espero que gostem.

 

Ora para este prato vamos precisar (receita para duas pessoas não muito comilonas, podem adaptar as quantidades):

 

2 Bifes de vaca

1 Lata / Frasco de feijão branco cozinhado (quem tenha disponibilidade pode cozinhar)

12 Dentes de alho (sim este prato leva mesmo muito alho. A-do-ro!)

Coentros picados (pedaços largos)

Azeite

Sal

Margarina ou Manteiga

 

E como se faz isto assim rápido, rápido?

 

Numa frigideira anti aderente colocar duas colheres de margarina (ou manteiga, como preferirem) e 4 dentes de alho laminados.

 

IMG_3177.JPG

 

Noutra frigideira ou WOK (eu prefiro o WOK) colocar azeite a gosto (um fio generoso, mas vejam lá não ponham o alho a boiar em azeite…ou ponham se preferirem…), juntar os restantes alhos laminados e metade dos coentros (optem por colocar nesta fase a parte dos caules dos coentros).

 

IMG_3178.JPG

 

Colocar ao lume a frigideira ou WOK com o alho e os coentros e deixar refogar um pouco. Adicionar o feijão branco e temperar com sal.

(Eu costumo passar sempre bem por água antes de usar.)

Envolver.

Enquanto o feijão fica a cozinhar em lume médio para largar sucos e ganhar sabor com o a mistura de coentros e alho, colocar ao lume a frigideira onde vamos fazer os bifes.

Logo que a manteiga esteja derretida colocar os bifes, temperar com um pouco de sal e deixar cozinhar em lume médio.

Assim que os bifes estejam feitos apagar o lume de ambas as frigideiras.

Adicionar os restantes coentros ao feijão, retificar tempero, se necessário. E envolver.

 

IMG_3179.JPG

 

IMG_3180.JPG

  

Está pronto a servir.

Demorou mais tempo a escrever o post que a fazer o jantar. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mytaste.com.pt

Copyright

Sei bem que já ninguém vai inventar o pão de ló. Farinha, ovos, leite e açucar podem sempre resultar num bolo. Mas há várias formas de fazer uma mesma coisa. As receitas que aqui coloco são a minha versão. As receitas que sejam inspiradas em livros, sites, blogs de outros autores serão devidamente identificadas. Posto o exposto, agradeço que não sejam copiados ou transcritos os textos deste blog e que em caso de utilização das receitas seja feita a devida referência ao espaço. A gerência agradece. Caso queiram entrar em contacto comig podem faze-lo para: blogdarosamaria@sapo.pt.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D